Início » Anuncios » Praia Grande registra 419 novos empreendimentos neste ano

Praia Grande registra 419 novos empreendimentos neste ano

Cidade está deixando a crise para trás com saldo positivo registrado no comércio, serviços e construção civil

A palavra crise não existe em Praia Grande. Pelo menos em termos de crescimento comercial e empresarial, as dificuldades têm sido dribladas. Prova disso é que de janeiro a setembro, a Cidade ganhou 419 empreendimentos.

Os números de 2017 fornecidos pela Prefeitura abrangem setores da economia, como comércio, serviços e construção civil. São resultados que atestam o tom positivo do período, que precede a geração de empregos. Somente o Litoral Plaza Shopping prevê abrir 600 postos temporários entre o fim do ano e o término da temporada de verão 2017/2018.

O subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho de Praia Grande, Itamar Marciano, aponta a localização geográfica e a mobilidade como fatores fundamentais para o desenvolvimento do Município.

“A Cidade está no centro da Baixada Santista e oferece ampla mobilidade em seu sistema viário. Isso faz com que os setores empresarial e comercial escolham Praia Grande para instalar empreendimentos”, diz.

No quesito mobilidade, Itamar cita como exemplos a Avenida Presidente Kennedy, que corta o Município com seus pouco mais de 22 km de extensão, a Rodovia Padre Manuel da Nóbrega, a Via Expressa Sul e as Marginais.

“A vocação turística praia-grandense também é considerável. Atualmente, conforme levantamento feito pelo Ministério do Turismo, Praia Grande é a quarta cidade mais procurada, ficando atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis”, comemora Itamar.

Ainda de acordo com o estudo do Ministério do Turismo, ao lado de Santos e Guarujá, Praia Grande está no seleto grupo de 10 cidades paulistas com conceito A no setor turístico.

Imóveis

Segundo Itamar, a construção civil é outro setor que tem se mantido forte na Cidade. “E isso, independentemente da crise vivida pelo País nos últimos anos. Para se ter uma ideia, atualmente, somos a primeira cidade da costa brasileira em número de imóveis de veraneio, com 104.912 unidades”.

Para o presidente da Associação Comercial e Empresarial (Acepg) e vice-presidente da Cooperativa de Crédito de Praia Grande, Alaôr Artur da Silva, a proximidade com a Capital e a união de todos os setores colaboram para o engrandecimento da Cidade.

“Praia Grande tem pouco mais de 310 mil habitantes, mas nos finais de semana chega a ter até 450 mil pessoas. É uma cidade que está perto da Capital e que tem potencial para receber. Isso ajuda a fomentar investimentos. Aliás, os empresários querem investir em um município com o potencial praia-grandense”, explica.

E ele reforça a ideia de que os empresários acreditam no futuro de Praia Grande. “A Associação Comercial trabalha para isso. Todos os setores estão unidos. O otimismo é grande. Isso fortalece a Cidade”, defende.

Futuro

Com renda per capita de R$9.542,78 (IBGE/2008) e com mais de 157 mil profissionais ativos (trabalhadores formais), Praia Grande desponta para ser a maior cidade da região. Essa é a expectativa do gerente executivo da ACEPG, Fábio de Souza Leite.

“A projeção é de que em cinco anos Praia Grande, em termos de população e desenvolvimento econômico, assuma a posição de número um da região. Em parte, as conquistas se devem ao fortalecimento do setor comercial e empresarial. Juntos, os setores têm colocado a Cidade no caminho do desenvolvimento”, avalia.

Fábio destaca que outra expectativa é a implantação do Complexo Empresarial Aeroportuário Andaraguá. “Quando começar a operar, o Complexo trará ainda mais desenvolvimento para Praia Grande e toda a Baixada Santista”, prevê. O espaço contará com terminais de carga e aeroporto.

Resposta

Seu email não será publicado.Campo obrigatório *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com